O que é menopausa?

Mulher sentada em um café, pesquisando em um notebook sobre o que é menopausa
A menopausa traz mudanças significativas no equilíbrio hormonal

Um processo natural

A menopausa em mulheres é um processo natural que é definido como a ausência de sangramento menstrual por 12 meses.1 Perimenopausa (o período antes da menopausa) e pós-menopausa (o período após a menopausa) são caracterizadas por mudanças significativas do equilíbrio hormonal no corpo das mulheres, particularmente pela redução nos níveis de estrogênio e progesterona2. Estrogênio ajuda a regular o funcionamento de muitos órgãos e sistemas, incluindo o cérebro, órgãos sexuais, ossos, músculos, vasos sanguíneos e pele3. Os níveis em declínio de estrogênio nas mulheres têm um impacto profundo no corpo e frequentemente vem com sintomas significativos, como fogachos ou dor articular, que podem durar por até 12 anos.

A progesterona é o hormônio responsável por preparar o útero para a gravidez, e é produzida na segunda metade do ciclo menstrual após a ovulação4. A menopausa também é marcada pelo final da idade fértil, que pode causar impacto psicológico para as mulheres e suas famílias. 

Embora a menopausa seja natural e inevitável, é importante aprender os mecanismos e possíveis consequências, bem como lidar com esse momento especial na vida das mulheres para manter uma boa qualidade de vida. Falar com médicos, membros da família, é uma etapa importante no manejo da menopausa.

Consequências da menopausa na saúde das mulheres

Além de seus sintomas reais, a menopausa pode levar a resultados de saúde perigosos para mulheres. O desequilíbrio resultante nos hormônios sexuais do corpo impede os ovários de produzir estrogênio e liberar um óvulo a cada mês. 

A menopausa não tratada pode levar a inúmeras consequências. Eis apenas algumas delas:

  • Osteoporose: Mulheres na pós-menopausa são suscetíveis à osteoporose primária uma vez que a osteoporose está intimamente relacionada à deficiência de estrogênio. Durante o período de transição para a menopausa, a queda no estrogênio leva a uma reabsorção óssea maior que a formação óssea, o que pode resultar em osteoporose5. A prevalência de osteoporose em mulheres na pós-menopausa pode chegar a 10%, em outras palavras, até 1 mulher na pós-menopausa pode sofrer dessa doença14. A osteoporose leva a uma maior fragilidade nos ossos, portanto, um maior risco de fratura. Ela afeta principalmente a cintura, o quadril e a coluna15.
  • Doença cardiovascular: Em mulheres na pós-menopausa, a pressão arterial começa a aumentar. Colesterol LDL, ou colesterol “ruim” tende a aumentar, enquanto o HDL, ou colesterol “bom”, diminui ou permanece igual. Triglicérides, certos tipos de gorduras no corpo, também aumentam. Todos esses fatores podem levar a eventos cardíacos6.
  • Doença de Alzheimer: O estrogênio é responsável pelo funcionamento do cérebro em mulheres; assim, a redução do estrogênio pode alterar o funcionamento do cérebro. Mulheres sofrem de doença de Alzheimer com mais frequência (cerca de 2/3 de pacientes com Alzheimer são mulheres7) e alguns pesquisadores ligam o aumento do risco à menopausa não tratada.
  • Problemas cognitivos e psicológicos, como depressão ou ansiedade (consulte o artigo 3).
  • Alterações na pele: Estrogênio é importante para manter a pele saudável. À medida que os níveis de estrogênio diminuem com a menopausa, muitas mudanças na pele ocorrem, incluindo secura, atrofia, rugas finas e cicatrização insatisfatória de feridas9. Estrogênio baixo é sinônimo de envelhecimento da pele.
  • Saúde sexual: Embora a secura vaginal e dor durante a relação sexual possam surgir em todas as idades, elas são muito mais frequentes em mulheres na menopausa13. À medida que os níveis de estrogênio diminuem no corpo da mulher, os tecidos no nível da vagina se tornam mais secos, levando à secura e dor durante a relação sexual13

Dadas todas as possíveis consequências, é importante discutir a menopausa e estabelecer um plano de tratamento com um médico. Soluções que irão ajudar você a passar por esse período existem e podem melhorar sua qualidade de vida.

Menopausa precoce

A menopausa ocorre tipicamente em torno dos 50 anos, com a faixa etária habitual sendo 45 a 5510 anos de idade. Em cerca de 1% dos casos, a menopausa pode ocorrer antes dos 40 anos de idade, que é chamada de menopausa precoce11. Mulheres na menopausa precoce podem sofrer de doenças neurológicas, disfunção psicossexual, distúrbios de humor, osteoporose, doença cardíaca isquêmica, e infertilidade11. Os motivos para menopausa precoce nem sempre são claros, mas doenças autoimunes, infecção decorrente de caxumba, tabagismo, radioterapia e quimioterapia, cirurgia nos ovários, ou terapia prolongada com hormônio liberador de gonadotropina (GnRH) são às vezes considerados possíveis causas11

No caso de uma menopausa precoce, um médico deve ser consultado urgentemente para estabelecer a causa e criar um plano de tratamento para tratá-la. Mulheres na menopausa precoce estão em maior risco de doenças cardiovasculares e fragilidade óssea11. Se apresentar sintomas regulares de menopausa contate um profissional de saúde e peça ajuda.   

Referências:

  1. Harlow SD, Paramsothy P. Menstruation and the menopausal transition. Obstet Gynecol Clin North Am. 2011;38(3):595-607
  2. U.S. Department of Health & Human Services, Menopause, Acesso em Junho/2021 https://www.womenshealth.gov/menopause/menopause-basics#1
  3. Sacks D., Freeborn D., Cunningham L., Low Estrogen Levels in Menopause, University of Rochester Medical School, Acesso em Junho/2021 https://www.urmc.rochester.edu/encyclopedia/content.aspx?ContentTypeID=85&ContentID=P00559
  4. Haldeman-Englert C., Foley M., Turley R., Progesterone, University of Rochester Medical School, Acesso em Junho/2021 https://www.urmc.rochester.edu/encyclopedia/content.aspx?ContentTypeID=167&ContentID=progesterone
  5. Ji MX, Yu Q. Primary osteoporosis in postmenopausal women. Chronic Dis Transl Med. 2015;1(1):9-13. 
  6. American Heart Association, Menopause and Heart Disease, Acesso em Junho/2021, https://www.heart.org/en/health-topics/consumer-healthcare/what-is-cardiovascular-disease/menopause-and-heart-disease
  7. Carrillo M., Alzheimer’s Association, Why Does Alzheimer’s Disease Affect More Women Than Men? New Alzheimer’s Association Grant Will Help Researchers Explore That Question, https://www.alz.org/blog/alz/february_2016/why_does_alzheimer_s_disease_affect_more_women_tha, February 11, 2016, Acesso em Junho/2021
  8. Ratnakumar A, Zimmerman S, Jordan B, Mar J. Estrogen activates Alzheimer’s disease genes. Alzheimers Dement (N Y). 2019;5:906-917. 
  9. Rzepecki AK, Murase JE, Juran R, Fabi SG, McLellan BN. Estrogen-deficient skin: The role of topical therapy. Int J Womens Dermatol. 2019 Mar 15;5(2):85-90.
  10. Johnson A, Roberts L, Elkins G. Complementary and alternative medicine for menopause. J Evid Based Integr Med. 2019;24.
  11. Okeke T, Anyaehie U, Ezenyeaku C. Premature menopause. Ann Med Health Sci Res. 2013;3(1):90-95. 
  12. NHS. Menopause – Symptoms. https://rb.gy/paj9jp , Acesso em Junho/2021
  13. Harvard Health Publishing, Don’t ignore vaginal dryness and pain, https://www.health.harvard.edu/womens-health/dont-ignore-vaginal-dryness-and-pain, Publicado em Março de 2019, Acesso em Junho/2021
  14. Tian L, Yang R, Wei L, et al. Prevalence of osteoporosis and related lifestyle and metabolic factors of postmenopausal women and elderly men: A cross-sectional study in Gansu province, Northwestern of China. Medicine (Baltimore). 2017;96(43):e8294. 
  15. NHS, Overview-Osteoporosis, https://www.nhs.uk/conditions/osteoporosis/, Publicado em junho de 2019, Acesso em Junho/2021

Material destinado ao público em geral.

Junho/2021

BRZ2189911