Contracepção e o tabagismo - a:care Abbott

Dicas para aliviar sintomas da TPM

alt

Saúde Feminina

Diálogo entre médica e pacientes, sobre o uso de contraceptivos nas mulheres tabagistas.

alt
alt

VanessaS2: #De olho nos riscos. Mulheres modernas, donas do próprio nariz, não descuidam da prevenção. Hoje, não faltam recursos. Gravidez, só com planejamento. No entanto, é preciso ficar de olho nos fatores de risco, como o tabagismo, e escolher adequadamente a melhor opção de contracepção. #Não dá para bobear e só o uso de camisinha pode prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

Isabel.Silva: Afinal, o que é contracepção?

Dra. Flávia: Contracepção é evitar a gravidez. E, para isso, existem vários recursos simples e bem eficientes, como:

#Métodos de barreira – camisinha (masculina e feminina), diafragma, dispositivo intrauterino (DIU);

#Métodos hormonais – anticoncepcional oral, injeção, adesivo, implante, anel vaginal, sistema intrauterino (SIU – um tipo de DIU com hormônio);

#Métodos definitivos (cirúrgicos) – laqueadura e vasectomia.

#Tomem cuidado! Também existem métodos bem menos eficientes e antigos, como o uso de espermicidas (substância química que destrói os espermatozoides), tabelinha, observação do muco cervical e coito interrompido – que apresentam um alto índice de falha, ou seja, a chance de engravidar é maior com estes métodos. Além do mais, estes métodos não impedem a transmissão de doenças sexuais, como a AIDS, por exemplo, que somente podem ser evitadas com o uso da camisinha.

Nanda_Blue: E qual o melhor método de contracepção?

Dra. Flávia: Não existe uma indicação única. A escolha do método anticoncepcional é individual e deve ser feita com a ajuda do ginecologista, que vai considerar seu estilo de vida e seus aspectos de saúde. Existem alguns critérios que o médico precisa avaliar, como: idade, excesso de peso, pressão arterial e tabagismo. Mulheres que fumam precisam tomar mais cuidado se optarem por anticoncepcionais orais.

VanessaS2: Ah, tá... cigarro atrapalha, né?

Dra. Flávia: Cigarro faz mal para a saúde geral, e associado a anticoncepcionais orais ele aumenta ainda mais o risco de problemas cardiovasculares como, por exemplo, trombose venosa profunda (coagulação do sangue dentro das veias). Alguns anticoncepcionais contendo somente um hormônio podem ser utilizados por mulheres tabagistas. Mas lembre-se, o cigarro por si só já traz um risco para a sua vida.

Nanda_Blue: Ohhhhh!

Dra. Flávia: O anticoncepcional oral é o método mais utilizado pelas mulheres em todo o mundo, desde que surgiu, em 1960, por ser seguro e fácil de usar, mas seu uso precisa ser bem avaliado e monitorado sempre pelo ginecologista.

Mulheres hipertensas, tabagistas e obesas podem apresentar riscos aumentados para a trombose. Por isso, somente o ginecologista pode indicar qual o melhor método contraceptivo. Há alguns contraceptivos orais mais indicados para estes casos, como os que contém somente progestagênios, mas jamais devem ser utilizados sem prescrição médica.

VanessaS2: Riscos!!!

VanessaS2: Amiga, se você fuma, procure ajuda para parar de fumar. Aproveite para conversar sobre isso com o seu ginecologista. Você deve ser avaliada e monitorada sempre pelo ginecologista.

Isabel.Silva:  Existem diversos tipos de anticoncepcionais orais. Alguns combinam progestogênio e estrogênio, outros usam progestogênio isolado. Os medicamentos feitos só com progestogênio costumam ser os mais indicados para as mulheres que fumam, porque eles apresentam risco menor de causar trombose venosa profunda. Mas só o médico ginecologista pode indicar o melhor medicamento para cada mulher. E parar de fumar é sempre a melhor opção!

Isabel.Silva: Como assim? Me explica melhor...

VanessaS2: Durante o ciclo menstrual, nosso organismo sofre variações dos níveis de hormônios. Os anticoncepcionais orais são medicamentos feitos com hormônios femininos sintéticos: progestogênio e estrogênio. Eles evitam a ovulação – como se deixassem o ovário dormindo. Aí, sem ovulação, não tem gravidez. Nunca esconda do médico que você fuma!

 

Dra. Flávia: Existem anticoncepcionais diferentes. Alguns combinam os hormônios (progestogênio e estrogênio); outros usam apenas uma dessas substâncias. E, para as mulheres que fumam, os medicamentos que usam só o progestogênio são mais indicados. E os que utilizam só progestogênio são tomados continuamente - sem intervalos.

Isabel.Silva: Sem intervalo? Então não vou menstruar?

Dra. Flávia: O sangramento que ocorre com o uso de contraceptivos orais a base de hormônios é chamado de sangramento por privação hormonal. Ele é semelhante ao sangramento menstrual, mas chamamos de menstruação aquele sangramento que ocorre naturalmente, sem a influência de hormônios sintéticos

Isabel.Silva: Entendi. Os hormônios dos anticoncepcionais orais evitam que ocorra a ovulação. E os que usam só progestogênio são mais adequados para quem fuma porque têm menos risco.

Dra. Flávia: Isso aí!

"Anticoncepcional protege contra gravidez. Mas, contra doença sexualmente transmissível, só a #camisinha. Use os dois!"

"Nunca tome anticoncepcional sem a indicação de seu ginecologista. O anticoncepcional é um medicamento e pode causar danos se não for utilizado do jeito certo."

"Nunca esconda do médico que você fuma. #O tabagismo é um fator de risco importante para várias doenças."

"Não fuja do ginecologista. O uso de anticoncepcional oral precisa ser acompanhado, especialmente se você fuma. Portanto vá regularmente às consultas agendadas"

Referências bibliográficas

  • Consultora Médica: Dra. Flávia Raquel Rosa Junqueira - CRM-SP 101.066

Material destinado ao Público em Geral. 

BRWH190152d - Maio/2019